Rina Sawayama e a música POP Japonesa


Em tempos onde o K-POP se mantém em constante alta a música pop Japonesa também não fica para trás, sempre trazendo artista que trazem algo novo e diferente pro gênero, hoje eu quero que vocês conheçam e deem uma chance para Rina Sawayama.

Clipe STFU! (2019)

Rina nasceu em Niigata Japão em 16 de Agosto no ano de 1990 porém foi criada em Londres desde os 5 anos de idade onde atualmente continua morando, por conta disso existe uma discussão se ela faz parte da música Japonesa ou Britânica, o que eu posso dizer é que ela é parte das duas culturas, então podemos chamar ela de Nipo-Britânica talvez.

Sawayama Decidiu entrar no mundo da música e também se tornar modelo enquanto estudava Sociologia na Universidade de Cambridge e chegou a fazer parte de um grupo de Hip Hop chamado Lazy Lion, em 2013 lançou o seu primeiro trabalho solo, o single  chamado Sleeping in Waking com uma pegada bastante leve porém melancólica bem diferente de como ela é hoje com seus trabalhos mais recentes.


Capa do EP "Rina" (2017)

Em 2017 a artista lançou seu primeiro trabalho sólido, o EP intitulado Rina, ao ouvir o trabalho percebi claramente as influências de músicas pop dos anos 2000 como Britney Spears, R&B e uma pegada bastante tecnológica, lembrando que ela trabalhou de forma independente que é algo raro de vermos na música pop hoje em dia.

No EP ela se sente livre para "brincar" com músicas as vezes com uma temática mais simplistas outras mas extravagantes, a música que me chamou mais atenção foi Cyber Stockholm Syndrome que aliás é a música que encerra o EP que possui seis músicas mais dois Interlúdios, a música foi o que mais me lembrou os anos 2000 porém ainda consegue se renovar, creio que se tivesse sido lançada na época em que se inspira seria considerado algo á frente do seu tempo.


Capa do álbum "Sawayama" (2020)

No dia 17 de abril de 2020 Rina lançou o seu primeiro álbum completo intitulado "Sawayama", o full contém 13 faixas e foi um dos trabalhos mais ousados da cantora até então, em 22 de novembro de 2019 ela tinha apresentado o single que poderia definir a cara do album que foi o "STFU!", a música misturava o pop habitual com nu-metal ou seja bem anos 2000 mesmo, esse álbum seria o seu trabalho mais sincero e viajando por vários genêros como o R&B, nu-metal como dizemos antes, dance music, pop, alternativo, e até mesmo uma pegada de trap como na música Akasaka Sad.

O álbum alcançou nota 89 com base em 14 críticas no coletor de notas metacritic, que tem uma pontuação máxima de 100, se tornando uma aclamação mundial e também o álbum mais avaliado no site até o final de maio de 2020, o álbum foi lançado pelo selo Dirtty Hit em formato digital e streaming.

Antes de lançar o álbum completo ela tinha soltado o Single "Commes de Garçons (Like the Boys)" no dia 17 de janeiro de 2020, é uma música sobre emponderamento feminino e um mês mais tarde lançou um Remix dessa música com participação de Pablo Vittar, o clipe da faixa original foi lançado em 26 de fevereiro de 2020, vale lembrar que a Rina Sawayama já se declarou Pansexual.

A visão que temos da Rina é que apesar de ainda não ser muito conhecida até o momento desse artigo, ela não teve medo de trazer algo novo á música pop e de ser ela mesma, talvez por isso os críticos tenham elogiado tanto o seu trabalho, não foi apenas algo para vender foi algo para inovar e sair fora da caixinha.


Alguns clipes que recomendamos que você assista: (é só clicar no nome)


Rina Sawayama - XS (Official Video)



Postar um comentário

3 Comentários