K-POP: Integrante do AOA se corta por causa de bullying sofrido no grupo


A integrante Mina, do grupo feminino de k-pop AOA, acusou a companheira Jimin de praticar bullying contra ela. Em vários posts nas redes sociais, Mina relata automutilação, por não conseguir mais suporta a situação que vive, segundo ela, todas as outras integrantes sabiam do que Jimin fazia, mas ninguém faz nada para mudar esse cenário.

Em uma postagem recente Mina mostrou o seu pulso cortado e contou que leu na imprensa que Jimin implorou por seu perdão, e que isso era mentira. “Enviei uma mensagem a um representante da FNC [Entertainment] perguntando ‘pediu perdão? Por favor, não minta’. Ele respondeu que ia averiguar a situação e aparentemente eles sentiram através dos seus olhos que ela estava a pedir desculpa” Disse Mina.

Como posso aceitar um pedido de desculpas de alguém que chega de olhos tão abertos e me pergunta onde está a minha faca, que diz que não se lembra. Mais vale simplesmente desistir”, escreveu a artista.


Mina diz que não se sente confortável em retornar suas atividades com o grupo pois tem medo que os abusos continuem. Mina disse que Jimin não teve sensibilidade com seu luto, quando o pai de Mina morreu. “Ela disse que eu estava estragando o clima. Sendo sincera, não queria ter deixado as AOA, mas fiz por causa de uma pessoa que me odiava. Sofri bullying por dez anos”, afirmou.

Postar um comentário

0 Comentários